Áreas de Atuação

Linhas de Negócio

1 - Destinação final de resíduos sólidos

Em 2020, a Orizon VR recebeu nos seus aterros aproximadamente 4,8 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) gerados pelo equivalente a 20 milhões de habitantes. Esses empreendimentos são obras de engenharia que aportam tecnologia de ponta e estão preparadas para atuar como instrumentos de saneamento básico e proteção do meio ambiente e da saúde pública.

Os ativos são localizados nos estados de Pernambuco, município de Jaboatão dos Guararapes, Paraíba, município de Joao Pessoa, e Rio de Janeiro, espalhados em 7 municípios (Nova Iguaçu, São Gonçalo, Barra Mansa, Duque e Caxias, Rio Bonito e Belford Roxo).

Unidades de Tratamento e Destinação Final de Resíduos Sólidos

  • 05 Ecoparques
  • 03 Unidade de Tratamento e Destinação de Perigosos
  • 01 Estação de Transferência de Resíduos (ETR)

Em tratamento e destinação final, a Companhia detém aproximadamente 10% do volume de resíduos tratados adequadamente no Brasil.

 

2 - Energia, biogás CER’s

Sistemas eficientes de geração de energia limpa em ecoparques. Plantas bioenergéticas para captação e tratamento de gases oriundos da decomposição dos resíduos, para venda ou reaproveitamento do gás metano.

As usinas de energia elétrica movidas a biogás instaladas em seus ecoparques, são responsáveis por mais de 540 mil MWh por ano de energia incentivada na rede. Por meio do mecanismo de Desenvolvimento Limpo da Organização das Nações Unidas, a Companhia também comercializa créditos de carbono. Em 2020, a Companhia gerou 1,7 milhão de créditos de carbono.

Unidades de Energia, Biogás e Créditos de Carbono (CER’s)

  • 05 Projetos de Crédito de Carbono
  • 03 Projetos de Exploração / Venda de Biogás
  • 02 Projetos de Energia de Biogás

Todos os ecoparques da Companhia têm energia de biogás, em contratos que vão de fornecimento de biogás à geração de energia. A Orizon VR é um dos principais players de créditos de carbono do país através da destruição de metano e do deslocamento da matriz energética.

3 - Beneficiamento de Resíduos e Waste to Energy

Nesta divisão, a Companhia desenvolve unidades de beneficiamento de materiais (UBM), plantas de reciclagem de resíduos sólidos urbanos (UTM) e plantas de queima direta de resíduos para geração de energia (WTE).

No caso das UBMs, a Companhia vem investindo em processos altamente tecnológicos e orientados pela inovação, que contribuem para a economia circular com empresas que queiram adotar um ciclo de desenvolvimento positivo. No caso das UTMs, os resíduos passam por um processo de separação automatizado, largamente utilizado fora do Brasil, que traz eficiência para o reaproveitamento.

A Companhia planeja investir em projetos de UTMs no futuro, sendo componente importante do seu crescimento orgânico, aumentando a rentabilidade dos resíduos sob gestão.

No que tange a waste-to-energy, a Companhia desenvolve o primeiro projeto de queima de resíduos e geração de energia na América Latina, localizado no município de Barueri, em formato de Parceria Público Privada em contrato de 30 anos.

Unidades de Beneficiamento de Resíduos e Waste to Energy

  • 02 Unidades de Beneficiamento de Resíduos (UBR)
  • 01 Unidade de Recuperação Energética (Wast to Energy), em implantação

No segundo semestre de 2021, a Orizon VR começa a construir em Barueri (SP), a primeira Unidade de Recuperação Energética do país, que irá transformar por dia 870 toneladas de lixo em energia elétrica por meio da incineração do rejeito. A unidade terá capacidade instalada de 20 MW por mês.

4 - Engenharia Ambiental

São contratos de prestação de serviços, em geral, junto a grandes empresas, com presença em todo o Brasil, na área de serviços ambientais, tais como: (i) recuperação de áreas degradadas, (ii) remediação de áreas contaminadas; (iii) diagnóstico e monitoramento ambiental; (iv) gerenciamento de resíduos; (v) limpeza de tanques da indústria petrolífera; dentre outros.